Notícias

Juventude debate o Plano de Modernização do Estado

Segunda, 08 de maio de 2017

Segundo encontro da JPMDB-RS em parceria com a FUG-RS ocorreu no sábado, dia 6, na Câmara de Vereadores de Restinga Sêca

Restinga Sêca – Sábado foi dia de colocar o pé na estrada. Desta vez, a Juventude do PMDB do Rio Grande do Sul (JPMDB-RS) em parceria com a Fundação Ulysses Guimarães do Rio Grande do Sul (FUG-RS) promoveu um debate sobre o Plano de Modernização do Estado e o local escolhido para a segunda edição de 2017 do #JuventudeNaEstrada foi a Câmara de Vereadores do município de Restinga Sêca.

Durante a sua explanação, o palestrante do evento, que é economista e especialista em Gestão Pública, Adriano Kozoroski Reis falou que um Estado não pode gastar mais do que arrecada. “O Estado tem que ser eficiente. Tem que atender as necessidades básicas para a sociedade." Ele afirma que administrar uma cidade não é fácil. “Um Estado pior ainda e um país então, a gente não tem nem ideia. É preciso acompanhar as metas fiscais.”

Ele conclui que toda modernização passa por um planejamento. “Em qualquer ambiente público, o planejamento começa pelo processo orçamentário através do Plano Pluarianual, Lei de Diretrizes Orçamentárias e a Lei Orçamentária Anual.”

A presidente da JPMDB-RS, Susan Maciel diz que o Rio Grande do Sul vive um momento novo, em vários sentidos. “Precisamos pensar em um Estado eficiente, que realmente pense no bem das pessoas. Temos que ter o discernimento do que é necessário, porque a sociedade precisa receber os serviços essenciais, como Saúde, Educação e Segurança.” Para isso, ela garante que é preciso reorganizar o sistema. “Precisamos tomar a frente, porque a Juventude é o futuro da cidade, da região, do Estado e do nosso País."


“Não podemos ser corneteiros de Facebook.”

Licenciado da presidência da JPMDB-RS para cuidar das atividades como presidente da JPMDB Nacional, Beto Fantinel diz que o JNE é um sonho de construção e de projeto para a Juventude e que, desde o início, possui a marca da FUG-RS, sua grande parceira. “É um momento de influenciar no pensamento político do PMDB. Estamos aqui aprofundando o nosso conhecimento, dividindo ideias, em que todos têm a oportunidade de expressar a sua opinião. Não podemos ser corneteiros de Facebook, precisamos discutir com propriedade aquilo que estamos falando.”

Fantinel, que também é assessor especial do gabinete do governador Sartori, diz que esse é o momento de apontar para um novo caminho e construir um novo Rio Grande. “Nós estamos passando por profundas transformações no Governo do Estado e no Governo Federal. Precisamos de um Estado mais eficiente e menos burocrático, mais moderno e mais digno. Eu sou gaúcho e o nome do meu futuro é Rio Grande do Sul. Vamos juntos.”

O presidente da FUG-RS, João Alberto Machado diz que um gestor tem que ser sério, assim como o Sartori está sendo. “Vivemos um momento de transição. Temos aqui um debate qualificado, com pessoas preocupadas com o futuro do nosso Rio Grande. Hoje é um dia de trocar ideias, em que cada um pode dar a sua opinião, isso é democracia. Precisamos discutir qual é o tipo de Estado que queremos.”


Juventude fortalecida na região

Prestigiando o #JuventudeNaEstrada, o prefeito de Restinga Sêca, Paulinho Salerno saudou todas as pessoas envolvidas em levar o projeto adiante, para várias regiões do Estado. "Eu que venho da Juventude, devo a essa Juventude tudo o que já vivenciei aqui na política de Restinga.” Ele elogiou as pessoas presentes, que abdicaram do seu sábado e do seu momento de lazer para debater esse assunto de extrema importância para a sociedade. “Todos que estão aqui, hoje, merecem o nosso reconhecimento, pois estão querendo participar e discutir. Toda a equipe de Governo tem trabalhado para que se possa modernizar o Estado e é nosso papel contribuir para que isso aconteça.”

O secretário-geral da JPMDB-RS e vereador de Restinga Sêca, Norton Soares abriu a tarde de debate ao afirmar que: “o #JuventudeNaEstrada foi pensado com o objetivo de começar a mudar a realidade em que vivemos”. “Este ano, serão nove debates regionais, com temas importantes para a Juventude, para a sociedade, para o nosso Estado.” Ele ressalta que o JNE é um projeto em que a organização chama a base para debater. “A ideia é ter um tema, em que o palestrante traz as suas ideias e, em seguida, a plateia pode interagir.”

Quem também se fez presente no encontro, foi o diretor de Políticas para a Juventude do RS, Ricardo Bassi, que aproveitou a oportunidade para falar sobre a chegada do ID Jovem no Rio Grande do Sul. “O ID Jovem é um programa voltado para jovens de baixa renda, com idade entre 15 a 29 anos. No dia 24 de maio, faremos o lançamento em nosso Estado. Será uma oportunidade para que todos possam ter acesso a eventos culturais, de lazer, esporte e também viagens."


Grupos de formação

Após a fala das autoridades presentes, organizadores do evento e palestrante, a plateia foi instigada a participar. Divididos em dois grupos, eles tiveram que responder as seguintes perguntas: Quais são as prioridades da nova sociedade no século XXI? Na sua opinião, o Governo do RS precisa cortar gastos. Se sim, onde cortar? Qual deve ser o caminho adotado pelo Rio Grande do Sul para se tornar um Estado eficiente na vida das pessoas? Em seguida, os dois grupos tiveram a oportunidade de apresentar as suas ideias e sugestões.


Saiba mais

Um projeto pioneiro e que propõe uma nova forma de fazer política: este é o #JuventudeNaEstrada. Iniciado em 2015, o projeto retorna em 2017 e traz novos temas para a discussão. Os encontros ocorrem até dezembro pelo Rio Grande, em nove macrorregiões, para ouvir, debater, e apresentar novos caminhos e propostas para o Estado e País. Cada edição trará um palestrante com amplo conhecimento sobre o assunto a ser abordado. A segunda edição de 2017 recebeu o apoio das coordenadorias das regiões Centro, Quarta Colônia, Vale do Jaguari e Fronteira Oeste.


Agende-se

10/06 - Rio Pardo – Políticas para Juventude

08/07 - Cruz Alta – Ética e Transparência

05/08 - Gramado – Reforma da Previdência – PEC 287/2016

16/09 - Frederico Westphalen – Políticas para a Juventude Rural

21/10 - São Leopoldo – Drogas, legalizar ou não?

11/11 - Roca Sales – Incentivo à cultura

02/12 - Tramandaí – Meio Ambiente


Texto: Carolina Gasparotto.

Jornalista JPMDB-RS